Blog UJS Ceará

O blog de política da juventude cearense!

A importância da Juventude na Política  


*Por Aline Risoleta

Na sociedade hoje encontramos várias tribos entre a juventude, a mesma é vista muitas vezes, como problema e solução para o país. Do mesmo modo que ouvimos expressões tipo juventude perdida, viciada, violenta, escutamos frases como os jovens são o futuro do Brasil. Para entender as juventudes é preciso conhecer as transformações que acontecem nesse momento, o que significa a vida para cada um, os sonhos, desafios e as dificuldades. Daí, o grande número de estudos, discussões, projetos e debates que são realizados sobre a juventude no Brasil e no mundo.

Diante disso, os movimentos organizados de juventude, ao lado de entidades representativas e instituições acadêmicas, têm reivindicado a inclusão das políticas públicas de juventude na pauta da agenda governamental nos planos nacional, estadual e municipal. O Governo Federal reconhecendo a importância deu espaço para a elaboração e execução dessas políticas, criou a Secretaria Nacional de Juventude e o Conselho Nacional de Juventude, que coordenam e acompanham projetos bem-sucedidos como o ProJovem, ProUni, Agente Jovem, Primeiro Emprego, Juventude e Meio Ambiente, Pronaf Jovem entre outros. Esse esforço aponta uma nova direção e um novo desafio para a juventude, que é a organização e a participação política dos jovens nestes instrumentos.

Não basta ficar esperando que a sociedade preocupe-se, da noite para o dia, com os anseios e demandas da juventude. É importante que os próprios jovens comecem, desde a escola, a interessar-se pela política e atuem diretamente, cobrando responsabilidades de governantes, propondo ações e participando de fóruns, conselhos e eleições.

Se analisarmos a história do País, veremos que todas as importantes mudanças e conquistas contaram com a participação decisiva da juventude. Na década de 50, entidades estudantis e juvenis estiveram à frente da campanha "Petróleo é Nosso", já entre 64 e 85 contra a ditadura militar que interrompeu nossa democracia, nossos direitos civis, e também a vida de lideranças políticas jovens, como Edson Luís, Honestino Guimarães e Bergson Gurjão que foram mortos nos pelo terrorismo de Estado da ditadura. Saímos às ruas à busca do direito ao voto para Presidente da República, na campanha das Diretas-Já. Em 1992, fomos às ruas e pintamos os rostos pelo "impeachment" de Collor com o movimento dos "Caras-Pintadas" que foram fundamentais para o nosso povo.

Agora a luta é outra a União Nacional do Estudantes (UNE), a União Brasileira de Estudantes Secundaristas (UBES) e a Associação Nacional dos Pós-Graduandos (ANPG) estão exigindo juntamente com todos os estudantes do Brasil a derrubada do veto da emenda que garantia 50% do Fundo Social do Pré- Sal para a Educação, vendo que é um passo grandioso na nossa história para os estudantes, professores e todos que lutam para aumentar os recursos destinados à educação brasileira, com objetivo do país alcançar até 2014 10% do PIB em investimentos na área.

Atualmente, a juventude é a faixa etária com maior número de brasileiros e precisa estar presente em todas as instâncias de necessidades da vida do povo para enfrentar os desafios existentes e ter condições de criar bases para o desenvolvimento do país. Por isso, é fundamental que os jovens se organizem, participem diretamente da política e pratiquem a democracia participativa para que tenhamos um país mais justo e soberano rumo ao socialismo.

*Aline Risoleta é Biologa, estudante de Fisioterapia das Faculdades INTA, Presidente do DCE José Alencar das Faculdades INTA e membro do Movimento Transformar o Sonho em Realidade

MATÉRIAS RELACIONADAS:

1 Comentário:

  • Rudiney  
    01/05/2011 11:11

    Parabéns Aline Risoleta, seu texto contribuir muito para politização e conscientização da juventude. Nós jovens somos capazes de transfomar o nosso país, a história demonstra isso, e na atualidade continuamos proativos na defesa de uma Nação desenvolvida e sem desiqualdades sociais.
    Saudações juvenis!

NORMAS DE USO DOS COMENTÁRIOS

Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!

Obs.: Os comentários aqui exibidos não necessariamente refletem as opiniões do Blog.