Blog UJS Ceará

O blog de política da juventude cearense!

Com nota ideológica, UJS se solidariza com as vítimas das chuvas  

Com posição firme, a União da Juventude Socialista lança uma nota de solidariedade ao povo da região serrana do Rio de Janeiro em que ressalta que a tragédia ocorrida no estado “não é fato isolado no plantel das grandes catástrofes de nosso país” e afirma que tais mazelas são consequência do “desenvolvimento desigual do capitalismo”. Ao final, convoca os socialistas a lutarem “para que o Estado não permita que tragédias como essa se repitam”. Confira, abaixo, a íntegra da nota.


"Nota de solidariedade ao povo da região serrana do Rio de Janeiro

A União da Juventude Socialista se solidariza ao povo da região serrana do estado do Rio de Janeiro. Este é um momento de muita tristeza e merece toda a atenção da sociedade brasileira.

Infelizmente, a tragédia que acaba de acontecer no Rio de Janeiro não é fato isolado no plantel das grandes catástrofes de nosso país. Para citar apenas os últimos grandes casos, em 2008 a tragédia foi em Santa Catarina, em 2010 em Angra dos Reis, em 2011 na região serrana do estado do Rio de Janeiro. Sem falar nas enchentes que acontecem todos os anos em São Paulo. Todos pelo mesmo motivo: a ocupação urbana desordenada causada pelo desenvolvimento desigual do capitalismo.

Em síntese: (1) o desenvolvimento econômico traz indústrias para certas localidades até então despreparadas; (2) a indústria cria grande demanda de mão de obra; (3) nem o município, tampouco a indústria se preocupam com a criação de moradia digna para esses trabalhadores; (4) os trabalhadores mais pauperizados são obrigados a construir moradias em locais de alto risco; (5) o desastre é a iminente conseqüência.

O desenvolvimento econômico de cada município não pode estar desconectado de seu desenvolvimento social. Algumas autoridades, como o ex-governador José Serra, costumam vir a público dizer que a culpa seria da natureza. Uma desculpa parecida com a do economista que na década de 80 disse que o plano cruzado deu errado por causa de uma variável que ninguém pensou: a política. Do mesmo modo que temos que conviver com a política (não podemos descartar essa variável) temos que conviver em harmonia com a natureza. E estarmos preparados para ela. Tanto o Japão quanto Cuba, por exemplo, são vítimas de terremotos e furacões sem que haja a mesma quantidade de vítimas que há no Brasil.

Ao capitalismo cabe criar condições desiguais e tragédias como essa. Aos socialistas cabe lutar para que o Estado não permita que tragédias como essa se repitam".

Fonte: Vermelho.org

MATÉRIAS RELACIONADAS:

1 Comentário:

  • Igor de Fato  
    16/01/2011 14:19

    Compartilho com vocês o texto que escrevi sobre essa idéia que nós prezamos tanto que é a ideia do Socialismo com a nossa cara. O texto está disponível no link abaixo, que pode ser copiado e colado na barra de endereços:

    http://igordefato.blogspot.com/2011/01/socialismo-com-nossa-cara.html

    Obrigado,

    Igor Pereira
    UJS/RS

NORMAS DE USO DOS COMENTÁRIOS

Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!

Obs.: Os comentários aqui exibidos não necessariamente refletem as opiniões do Blog.