Blog UJS Ceará

O blog de política da juventude cearense!

Vale do Jaguaribe: UJS divulga nota de apoio a ocupação popular  

O Núcleo do Vale do Jaguaribe da União da Juventude Socialista (UJS) solidariza-se com as famílias das comunidades de São José dos Famas, Assentamento Boa Esperança, Assentamento Oziel Alves, comunidade da Lapa, Sítio Angico, Sítio Santa Lucia, Sítio Juazeiro e os demais atingidos que estão acampados desde o dia 19 de agosto no canteiro de obras da Barragem do Figueiredo no município de Iracema.

É inaceitável que depois de dois anos e meio nenhuma residência tenha sido construída para o reassentamento das comunidades atingidas, nenhuma projeto apresentado. É incompreensível trazer um modelo desenvolvimentista que não traz progresso aos moradores da região, servindo apenas a expansão do agronegócio em nosso querido Vale do Jaguaribe, que já vem sendo devastado com o uso indiscriminado do agrotóxico vitimando fatias sem respostas.

Por isso nós, jovens socialistas do Vale do Jaguaribe, damos todo apoio à ocupação popular da Barragem do Figueiredo e convocamos todos que atuam na defesa da vida e da justiça no campo e da cidade a se fazerem presentes direta ou indiretamente nesta causa.

Por um novo projeto social e desenvolvimentista, contra a criminalização dos movimentos sociais, por respeito à vida, pelo livre acesso a água, por dignidade, respeito, paz e justiça no campo. Exigimos que os órgãos responsáveis (DNOCS, IDACE, INCRA, SDA e demais competente), escutem as comunidades atingidas, respeite e assumam suas reivindicações.

Fonte: UJS Vale do Jaguaribe

MATÉRIAS RELACIONADAS:

2 Comentários:

  • Valdivino Neto (Che)  
    01/09/2010 13:23
    Este comentário foi removido pelo autor.
  • Valdivino Neto (Che)  
    01/09/2010 13:23

    As 120 familias atingidas pela Barragem do Figueredo, estão a quase três anos que não podem,plantar, e nem fazer nenhuma benfeitoria em suas terras, hoje pertence ao DNOCS,se quer poderam ter acesso a agua da barragem,suas reinvidicações são por seus direitos negados, o povo quer apenas viver e ver as futuras gerações como seus antepassados os viram crescer. Desde o dia 19 de setembro, as familias deicharam cadas,animais e estão acampadas no canteiro de obra,jogadas as migalhas,vivendo de doações,homens,mulheres e crianças, sem a minima assistencia, só tem uma certeza resistir é a unica saída pois já perderam tudo que tinha. Só com a resistencia há espeança de um novo futuro, que ainda não estar cotado na agenda do progresso.
    Viva a ocupação popular da barragem do Figueredo.
    Vida em primeiro Lugar.

NORMAS DE USO DOS COMENTÁRIOS

Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!

Obs.: Os comentários aqui exibidos não necessariamente refletem as opiniões do Blog.