Blog UJS Ceará

O blog de política da juventude cearense!

A resposta dos estudantes cearenses à limitação da meia entrada  

O Ceará mais uma vez mostra ao país porque é chamado de província rebelde. Entre todas as grandes cidades tupiniquins, Fortaleza foi a primeira a se manifestar contra o PLS 188/07, de autoria do senador tucano Eduardo Azeredo, aprovado pela Comissão de Esporte, Cultura e Educação (CE), na terça-feira passada (25/11). O Projeto de lei, ainda esperando ser votado pela Câmara de Deputados, estabelece a criação de cotas que visam limitar em apenas 40% do total dos ingressos, em eventos culturais ou esportivos, a venda da meia entrada para os estudantes.

Em resposta à mais este ataque aos nossos direitos, na última quinta-feira (28/11), a União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e a Assossiação dos Estudantes Secundaritas do Ceará (ACES) realizaram grande protesto com a presença de mais de 800 estudantes da capital, região metropolitana e representantes de outros municípios do interior.

Saiba como foi a manifestação

Além de estudantes secundaristas e universitários de Fortaleza, vieram participar da manifestação estudantes de Caucáia, Aquiraz, Aracati e Sobral. Também esteve presente, durante todo o ato, o deputado Federal Chico Lopes (PCdoB-CE), apoiando a luta da juventude.

A concentração da manifestação teve início na Praça da Bandeira, às 14h. As batucadas das fanfarras escolares chamavam de longe a atenção dos transeuntes. Enquanto isso, os estudantes chegavam animadamente em diversos ônibus e os jornalistas, de vários periódicos e canais de TV, buscavam descobrir quem eram as lideranças daquele movimento que ousava levantar a voz contra a maquinação do lobby dos artistas globais e dos grandes empresários da indústria cultural do país.

Por volta das 15h, os estudantes saíram em caminhada pela rua 24 de Março, rumo à Praça do Ferreira. Das sacadas dos edifícios e estabelecimentos comerciais assomavam os rostos dos trabalhadores do setor de serviços. Ao longo do trajeto, inúmeras vezes, sensibilizados pelos discursos das lideranças estudantis que se revezavam ao microfone, explicando o motivo da manifestação, das janelas dos prédios os comerciários e terceirizados fizeram chuver papel picado nas ruas, na tradicional maneira de externar anuência aos protestos que costumam percorrer o centro da cidade.

Já na Praça do Ferreira, os estudantes se reuniram em frente ao Cine São Luís. As intervenções inflamadas do movimento estudantil, sempre interrompidas por palavras de ordem entoadas por filiados e simpatizantes da União da Juventude Socialista do Ceará (UJS-CE), continuaram a chamar a atenção da população e grande multidão ali se aglutinou para ouví-las.

Pacificamente, assim como começou, o protesto chegou ao seu termo. Segundo as lideranças, o saldo da manifestação é positivo. Grande parcela da população cearense obteve conhecimento do fato, diretamente ou através da notícia dos jornais, sem mencionar a intensa agitação realizada nas escolas e universidades. Esperamos que nos demais estados brasileiros o movimento estudantil também se levante contra a limitação da meia entrada, à exemplo do que aconteceu aqui.

Veja mais fotos da manifestação, registradas pelo olhar atento da militante do Centro Acadêmico de História da UVA (Sobral), Tânia Lígia:





























MATÉRIAS RELACIONADAS:

6 Comentários:

  • Ramon Fonseca  
    01/12/2008 18:59

    Reproduzimos umas fotos e colocamos um link da matéria no nosso Blog, confiram em www.ramonjrfonseca.blogspot.com
    Saudações Mineiras

  • Douglas  
    01/12/2008 19:11

    Muito massa as fotos da manifestação. U-J-S!

  • Letras em Movimento  
    01/12/2008 19:15

    É uma vergonha o papel que os atores da globo desempenharam nessa comédia toda, apoiando o projeto do senador Tucano, como o texto da matéria diz, esperemos que o resto do Brasil siga o exemplo do Ceará!

  • David Aragão  
    01/12/2008 19:31

    Valeu por divulgar a manifestação no seu blog Ramon, saudações cearenses e um abraço!

  • Ni...  
    01/12/2008 21:45

    Essse ato representa o nosso posicionamento em relação a restrição da meia cultural!!Nós estudantes não podemos deixar que retirem de nós, o direito fudamental de termos acesso a cultura.

  • MOVÊ-LOS  
    13/12/2008 00:36

    Camaradas queremos parabenizalos por mais uma ação que reflete a luta e o respeito que União da Juventude Socialista tem pelo movimento estudantil este movimento que contribui na transformação deste país.
    A Juventude do Aráguaia sempre guerreira e que não fica de braços cruzados diante dos absurdos que a direita quer nos submeter a questão da meia cultural é um patrimônio dos estudantes herdamos esse bem dos guerreiros que como nós revindicaram e assim conquistaram a meia entrada.Precisamos da arte para evoluir nossa mente e nosso espiríto,não podemos deixar que nos tome esse direito, por que são os estudantes devem pagar mais caro????
    Viva a arte daqueles que a fazem pelo prazer!
    Uma sugestão devemos nos juntar aos professores e discutir junto a eles sobre o piso,é importante fazer esse link entre estudantes (mov. estudantil)e professores pois a qualidade do ensino depende da valorização desse profissional.
    Dep.Chico Lopes agradecemos por você estar do lado dos estudantes, da juventude.

NORMAS DE USO DOS COMENTÁRIOS

Comentem as matérias, façam sugestões, elogios ou mesmo reclamações, troquem idéias, este é o lugar para opinar!

Os comentários não serão respondidos por email, só aqui mesmo; se quiser saber se alguém respondeu ao seu comentário, inscreva-se por email no Feed de comentários do artigo, ou então: VOLTE SEMPRE!

Obs.: Os comentários aqui exibidos não necessariamente refletem as opiniões do Blog.